"Ajudando as mulheres a liderar, vencer, governar." ✫Desde 2009✫

Comentários ‘troféu mulher imprensa’

Troféu Mulher Imprensa

A segunda fase da nona edição do “Troféu Mulher Imprensa” – idealizado pela revista e portal IMPRENSA, em parceria com Maxpress – está no ar desde o dia 15 de janeiro e, até o final da manhã desta segunda-feira (21/01), já contabilizava mais de 21 mil votos válidos.

O prêmio visa homenagear as mulheres que atuam do jornalismo brasileiro, em seus mais diversos setores. Nesta primeira prévia, acompanhe o andamento da disputa em cada uma das 14 categorias. As votações seguem até o dia 15 de fevereiro.

Ainda dá tempo de votar e escolher a sua favorita. Cada e-mail registrado pode votar apenas uma vez em cada uma das categorias. Os votos só são considerados válidos quando o votante clica na confirmação enviada ao e-mail registrado.

Na próxima segunda-feira (28/01), uma nova prévia será divulgada.

Para votar e escolher sua preferida, clique aqui.

 

 

TELEJORNALISMO
Âncora de Telejornal
1º) Maria Cristina Poli (TV Cultura): 39,686%
2º) Renata Vasconcellos (TV Globo): 23,997%
3º) Ana Paula Padrão (Record): 15,398%
4º) Christiane Pelajo (TV Globo): 12,376%
5º) Ana Paula Couto (Globo News): 8,541%
 
Repórter de Telejornal
1º) Monalisa Perrone (TV Globo): 28,529%
2º) Sônia Bridi (TV Globo): 24,869%
3º) Adriana Araújo (Rede Record): 18,710%
4º) Delis Ortiz (TV Globo): 14,584%
5º) Neide Duarte (TV Globo): 13,306%
 
Comentarista / Colunista de TV
1º) Miriam Leitão (TV Globo): 35,153%
2º) Cristiana Lobo (Globo News): 21,092%
3º) Denise Campos de Toledo (SBT): 19,581%
4º) Rosana Hermann (Record News): 13,190%
5º) Renata Lo Prete (Globo News): 10,981%
 
JORNALISMO IMPRESSO
Repórter de Jornal
1º) Catia Seabra (Folha de S.Paulo): 46,637%
2º) Letícia Duarte (Zero Hora): 22,017%
3º) Ana D’Angelo (Correio Braziliense): 16,811%
4º) Vera Araújo (O Globo): 14,533%
 
Repórter de Revista
1º) Daniela Pinheiro (Piaui): 33,622%
2º) Cristiane Segato (Época): 29,067%
3º) Martha Mendonça (Época): 14,533%
4º) Mariana Sanches (Marie Claire): 13,232%
5º) Teté Ribeiro (Serafina): 9,544%
 
Colunista de Jornalismo Impresso
1º) Mônica Bergamo (Folha de S.Paulo): 37,310%
2º) Miriam Leitão (O Globo): 24,620%
3º) Ruth de Aquino (Época): 15,292%
4º) Sonia Racy (O Estado de S.Paulo): 12,364%
5º) Vera Magalhães (Folha de S.Paulo): 10,412%
Leia o restante »
Confira mais informações no Hot Site do Troféu Mulher Imprensa.

Aconteceu nessa terça-feira (15), a entrega do Troféu Mulher IMPRENSA, premiação voltada às jornalistas que se destacaram na área. Pelo sétimo ano consecutivo, o Portal e a revista IMPRENSA, em parceria com a Maxpress a patrocínio do banco Itaú, promovem o prêmio, que é também uma forma de homenagem ao Dia Internacional da Mulher. Este ano, o evento acontece com apoio da Salton e do Club A, onde foi realizada a festa, em São Paulo.

As vencedoras da edição de 2011 vão desde jornalistas veteranas, que já haviam sido indicadas ou vencedoras em edições anteriores, até novos rostos que se destacaram nas redações brasileiras. No hotsite dedicado ao evento, a votação foi aquecida: foram contabilizados um total de 85 mil votos.

A apresentação da cerimônia foi capitaneada pelo ator Ricardo Corte Real. Além das vencedoras, foi confirmada a presença de personalidades como o presidente do Sebrae-SP, Bruno Caetano; Eduardo Pugnali, coordenador de imprensa do Governo paulista; e Nereide Beirão, diretora de jornalismo da TV Brasil. O prêmio especial de contribuição ao jornalismo será dado pela primeira dama do estado, Lu Alckmin.

A homenageada nessa categoria é a jornalista Leda Nagle. O prêmio de Contribuição ao Jornalismo, criado na 5ª edição do evento, visa reconhecer o histórico de carreira e a importância da participação da ganhadora no desenvolvimento da comunicação no país. Com 30 anos de carreira, a jornalista já trabalhou na Globo, Rede Manchete, GNT, SBT e programas de rádio. Atualmente apresenta o “Sem Censura”, da TV Brasil.

As premiadas deste ano são:

Alexandra Fiori, da Agência Radioweb, venceu na categoria Diretora de Redação

Ana Araujo, free lancer, venceu na categoria Repórter Fotográfica de Jornal ou Revista

Bia Kunze, do Blog Garota sem Fio, levou na categoria Jornalista de Mídias Sociais

Cátia Toffoletto, venceu em Repórter de Rádio

Consuelo Dieguez, da revista piauí, vencedora da categoria Repórter de Revista

Leda Nagle, apresentadora do "Sem Censura", da TV Brasil, prêmio de Colaboração ao Jornalismo

Maria Lima, de O Globo, em Repórter de Jornal

Miriam Leitão, da TV Globo, venceu pela quarta vez como Comentarista/Colunista de TV

Monalisa Perrone, da Globo, vence novamente como Repórter de Telejornal

Mônica Bergamo venceu em duas categorias, como Colunista de Impresso, por sua atuação no jornal Folha de S.Paulo, e como Comentarista/Colunista de Rádio, por participação na BandNews

Natalia Viana, vencedora da categoria Repórter de Site de Notícias

Renata Vasconcellos, do "Bom Dia Brasil", da TV Globo, na categoria Âncora de Telejornal

Roberta Santo, da A!Fonte Comunicação Integrada, venceu em Assessoria de Imprensa

Tatiana Vasconcellos, da BandNews FM, venceu na categoria Âncora de Rádio

Com informações do Portal da Imprensa

Leda Nagle

Eu me propus a fazer um jornalismo que fosse popular, mas que não fosse simplório”. Com essa ideia que a jornalista Leda Nagle sustenta os mais de 30 anos de carreira e foi a escolhida pelo conselho do Troféu Mulher IMPRENSA 2011 para receber o prêmio especial de Contribuição ao Jornalismo. A categoria, criada na 5ª edição do evento, visa reconhecer o histórico de carreira e a importância da participação da homenageada no desenvolvimento da comunicação no país. Ano passado, Marília Gabriela recebeu o prêmio.

A jornalista formada pela UFJF saiu de Juiz de Fora (MG) para viver no Rio de Janeiro e passou pela Globo, Rede Manchete, GNT, SBT e programas de rádio. Atualmente apresenta o “Sem Censura”, da TV Brasil.

“O jornalismo mudou a minha vida. Mas eu nunca tive aquele padrão de beleza, aquele padrão estético convencional, e consegui sobreviver. Consegui fazendo um trabalho de ‘formiguinha’ e um trabalho que acho certo”, conta. Para ela, a intenção de fazer algo que ajudasse as pessoas a buscarem um senso crítico foi a base do seu trabalho. “Queria um jornalismo que atingisse a grande maioria da população, que não ficasse uma coisa erudita, chique. Queria que todo mundo, que estudou ou não, compreendesse a informação, e acho que consegui”.

Com uma carreira cheia de histórias e no comando de um programa que tem as mulheres como maioria na equipe, Leda explica que nem sempre foi assim. “Quando comecei no jornalismo eram poucas mulheres e hoje a maioria das redações são formadas por elas. O prêmio reforça e valoriza esse trabalho”. No entanto, ela não acredita na imagem feminina apenas pelo fato de ser mulher. “Não acho que é só uma questão de gênero, mas acho que a mulher tem um temperamento e uma capacidade de ser bastante organizada. Ela consegue ouvir mais e o jornalismo é isso. É uma boa história, um bom exemplo.”

Troféu Mulher Imprensa

Idealizado pelo Portal e Revista IMPRENSA, em parceria com Maxpress, Club A e patrocínio do Itaú, o Troféu Mulher IMPRENSA visa homenagear as mulheres que atuam no jornalismo brasileiro, em seus mais diversos setores.

Nesta sétima edição, as finalistas de cada categoria foram indicadas por um júri de excelência, composto por profissionais de relevância do mercado brasileiro, que cobrem ou têm pleno conhecimento da mídia na qual votaram. Também fizeram parte do júri representantes da Maxpress e das redações da Revista e do Portal IMPRENSA. As mais votadas de cada categoria seguiram para uma votação popular pela internet.

Para conhecer as vencedoras, clique aqui

Ig
dezembro 2014
D S T Q Q S S
« nov    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  
Curta!
Mulheresnopoder