"Ajudando as mulheres a liderar, vencer, governar." ✫Desde 2009✫

Comentários ‘ginecologia’

Arte RatoFX

Mesmo depois de 50 anos do surgimento da primeira pílula anticoncepcional e da sua inegável contribuição à revolução sexual feminina, o método contraceptivo ainda causa confusão na cabeça das mulheres. Dúvidas relacionadas à sexualidade, peso, cabelo, pele e acne estão entre os principais mitos e incompreensões sobre o uso do contraceptivo.

Apesar dos vários mitos, a pílula ainda se mostra a “grande parceira” da mulher moderna tanto que a grande maioria quando adota sua pílula, sob orientação do ginecologista, não quer largar mais. Essa é a conclusão de uma pesquisa realizada pela Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (FEBRASGO) e pelo IBOPE, com apoio da Janssen-Cilag Farmacêutica denominada Projeto R.O.S.A. – Resultados e Opiniões sobre Saúde e Anticoncepcionais, que revelou que 85% das mulheres estão satisfeitas com sua pílula e 70% não tem intenção de trocar de método.

Foram entrevistadas 500 usuárias de pílulas contraceptivas em cinco capitais brasileiras. Conheça os principais mitos e as explicações do ginecologista Gerson Lopes, da FEBRASGO:

- 72% das mulheres acreditam que a pílula traz aumento de peso.

R: Os primeiros medicamentos tinham elevadas taxas de hormônio. Atualmente essas quantidades são reduzidas. Além disso, não há estudos científicos que mostrem aumento significativo de peso com o uso da pílula.

- Para 62% das mulheres, a pílula não altera ou aumenta as lesões no rosto.

R: Uma das causas do aparecimento da acne é a variação dos níveis de hormônios masculinos presentes no organismo feminino. Algumas pílulas reduzem essas hormônios do sexo oposto.

- 80% das entrevistadas afirmarem que o anticoncepcional não melhora ou não influencia a oleosidade do cabelo.

R: Estudos mostram que alguns tipos de pílula diminuem a oleosidade capilar.

- Para 72% das entrevistadas, a pílula não tem influência no desejo sexual.

R: Estudos mostram que alguns tipos de pílula favorecem a libido, enquanto outros diminuem o desejo sexual.

- 68% das mulheres acreditam que a pílula anticoncepcional diminui ou não altera a TPM ou Síndrome Pré-Menstrual.

R: A pílula é eficaz em impedir a ovulação, e alguns medicamentos diminuem a retenção de líquido, que são eficazes na prevenção da Tensão Pré-Menstrual.

- 39% das mulheres buscam informações sobre o método por meio de outras fontes que não são os médicos, como internet (26%) e amigas (12%).

R: Conversar com um especialista é fundamental para que o remédio adequado para cada situação seja receitado.

Ig
dezembro 2014
D S T Q Q S S
« nov    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  
Curta!
Mulheresnopoder